Ano XIII | Edição 757 | 27 de Junho de 2017

CULTURA

07 de Agosto de 2015 às 11h40

Praça dos Eucaliptos recebe a 2ª edição da Feira Grátis da Gratidão

noticia

A Feira geralmente acontece em espaços públicos, em várias cidades do Brasil

Com o lema "leve o que quiser ou nada, pegue o que quiser ou nada", a Feira Grátis da Gratidão, chega a sua segunda edição neste sábado (08), a partir das 13h, na Praça dos Eucaliptos, em Candelária. A proposta é estimular o desapego de coisas que você não usa mais e que podem ser úteis para outras pessoas.

Inspirada nas "Las Gratiferias" argentinas, a Feira Grátis da Gratidão vem se popularizando mundo afora e, no Brasil, acontece em diversas cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espirito Santo, Brasília, Bahia, Ceará, Maranhão, Goiás. Nela, nada tem preço. Os participantes doam o que sobra para eles, sem necessariamente levar algo no lugar. A proposta é promover uma vivência pautada na gentileza, na entrega, no respeito e no amor incondicional. Antes de ser um espaço de desapego material ela é um espaço de convivência, de (re)conhecimento do outro, de apego aos nossos sentimentos e principalmente aos do próximo.

As doações são feitas de forma material e imaterial. A forma material é o que dá corpo ao movimento. Podem ser roupas, sapatos, livros, cd's, vinis etc. Praticar o desapego é sempre bom e o que sobra para um pode faltar para o outro.

A doação imaterial é o coração da Feira, é um tempo doado, um abraço apertado, um bate papo descontraído, um conhecimento compartilhado, uma troca de sorrisos, ou uma intervenção musical entre outros.

Pegue aquilo que desejar e se não souber o que dar ou não tiver nada para doar, tudo bem. Você pode dar a oportunidade para alguém te dar algo. A Feira geralmente acontece em espaços públicos, como parques e praças e é organizada pela internet e através de colaboradores. A moeda de troca é a abundância e disposição para um mundo melhor. Por trás de todo movimento existem pessoas que disponibilizam sua energia e força de trabalho para a Feira acontecer e se multiplicar.

 

COMO APROVEITAR

1 - Interaja com outras pessoas- converse, conheça gente nova, aproveite o que o espaço e as pessoas têm a nos oferecer, aproveite cada roda de conversa, abrace, brinque, sorria com os olhos, o corpo e o coração! Com certeza você voltará revigorado(a).

2 - Ajude a feira-  ela é feita de modo horizontal, de todos para todos. Os organizadores convocam o evento, mas quem faz a feira são você. Cada um dos participantes é parte vital dessa vivência.

3 - Seja gentil, viu uma pessoa pegando algo que você se interessou? Não critique, pense que aquilo de repente pode ter mais serventia pra ela do que pra ti. Desapegue-se.

Olhe para seu lado, pense se aquele bem teria serventia real pra você ou se essa pessoa do seu lado poderia precisar/querer mais.

Evite avanços. Temos sempre o afã de ver as "novidades", mas tem muita coisa para todos, além do mais, estamos lá para nos desapegar.

4 - Organize- o número de participantes é bem maior do que o de organizadores e os mesmos não dão conta de arrumar todos os desapegos. Como a feira é feita por todos, então fica aquela regrinha: Desdobrou? Dobre de novo. Tirou do lugar? Coloque de volta.

Com atitudes simples todos teremos uma experiência única.

É estritamente proibida a comercialização de produtos no local e não haverá estrutura de alimentação. A intenção é que as pessoas façam piqueniques no espaço e levem sacos para recolher o lixo.

 


JM